Ainda falta gente

bicudo

A PUC/Famecos fez a sua parte na defesa do jornalismo ameaçado por ações do tempo da ditadura. Elmar Bones e Matheus Chaparini (na foto) participaram de um evento no saguão da faculdade, ontem à noite.
Matheus é o repórter do jornal Já que a Brigada prendeu e a polícia enquadrou como invasor, quando da desocupação da Secretaria da Fazenda, dia 15. Elmar é o diretor do jornal.
Já tive relatos de que foi um belo acontecimento. Que venham outros. Ainda há muita gente encaramujada. Dá tempo de sair da toca e ajudar a denunciar a repressão e a violência contra o jornalismo. .
Antes que outros fatos se repitam e passem a fazer parte da nossa normalidade.
Vamos lá. Autores de notas, ensaios e platitudes sobre atentados à imprensa longe daqui devem acionar suas penas – ou, por coerência, nunca mais escrever sobre liberdade de expressão.
Que escrevam sobre o frio em Cambará.