A BASE QUE SUSTENTA O FASCISMO

O Datafolha finalmente voltou a publicar pesquisa sobre o nível de aprovação de Bolsonaro.

Para os que achavam que a imagem do homem estaria destroçada, esse é o dado: a aprovação hoje é de 37%, a mesma do final de agosto.

Se amanhã Bolsonaro anunciar que o governo não garante vacinação a ninguém, a aprovação passará de 40%.

O problema, já se sabe há muito tempo, não é Bolsonaro, mas os que sustentam Bolsonaro.

O Brasil hoje é mais assustador do que Bolsonaro.

É possível, politicamente, que o país se livre um dia dos Bolsonaros. Mas não há como se livrar dos 37% (mais os enrustidos) que são cúmplices do fascismo por interesse ou por ignorância.

A maioria, incluindo a classe média quebrada e os pobres que se consideram amigos dos ricos, é cúmplice por ignorância.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


8 + 1 =