A SURPRESA E A DECEPÇÃO

Alexandre de Moraes chegou ao Supremo, por indicação de Michel Temer, sob vaias e deboches da esquerda.

Eu admito que muito esculhambei com o desembarque de Moraes no STF. Pouco se esperava dele.

Já a chegada de Kassio Nunes Marques foi saudada por boa parte da esquerda, OAB etc. Diziam que o homem indicado por Bolsonaro era um jurista dos grandes e ficaria bem de toga.

Nunes Marques é um Rolando Lero, que cita livro de autoajuda, não sabe quando se usa um habeas corpus e libera os cultos no pior momento da pandemia.

E Alexandre de Moraes é, com certeza, o ministro que mais enfrenta, com uma bravura quase solitária, o poder da família Bolsonaro, das facções do ódio do Planalto e da extrema direita em geral.

Moraes talvez seja a grande surpresa positiva da democracia e das instituições desde o golpe de agosto de 2016.

4 thoughts on “A SURPRESA E A DECEPÇÃO

  1. Botaram fé também no “democrata” villas boas, ele seria um anti-golpista.
    só falta acreditarem em fada madrinha.
    quanta ingenuidade….
    frente ampla é outra imbecilidade.
    não aprenderam ainda ?
    parece que não.

  2. A ingenuidade apontada por Luis Bergozza é preocupante. Jornalistas de esquerda cansaram de bradar que não haveria golpe contra Dilma Rousseff. Muitos apostaram a reputação na indicação de Luiz edson facchin para o supremo. Nenhum percebeu as inclinações golpistas do general Eduardo VILLAs BÔas. Agora, acham que os militares saíram em defesa da democracia no embate com Jair bolsonaro. Minha tendência é ler tudo ao contrário do que escrevem, sem perder um Fiozinho de esperança de que, afinal, acertem

  3. A imprensa não é ingênua. É interesseira. Cabe saber quais os nossos interesses e quAl imprensa podemos ter consideração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 9 =