A VIGÍLIA POR CRISTINA

Os argentinos estão fazendo por Cristina Kirchner o que os brasileiros fizeram por Lula.

Há uma vigília na rua em que Cristina mora, enquanto cresce o cerco do Ministério Público e do Judiciário, liderado por promotores e juízes amigos de Mauricio Macri, contra a vice-presidenta.

O lavajatismo argentino tenta repetir o que foi feito aqui por Deltan Dallaganol e Sergio Moro. Lá, a promiscuidade do sistema de
Justiça com a direita e a extrema direita também é descarada.

Na foto de Leandro Teysseire, do Página 12, de ontem à noite, Cristina discursa para a multidão na frente da casa.

Cristina decidiu conversar com a população às 22h. Essa frase da vice-presidenta mostra a conexão do fascismo brasileiro com o argentino:

“A violência foi provocada pelo ódio ao peronismo. Eles não toleram o amor e a alegria dos peronistas”.

https://www.eldestapeweb.com/politica/maximo-kirchner/policias-de-la-ciudad-insultaron-y-golpearon-a-maximo-kirchner-frente-a-la-casa-de-cristina-202282811270

__________________________________________________________________

JORNALISMO É ISSO AÍ
A Folha de S. Paulo está se puxando. Num dia entrevista o véio da Havan e no outro entrevista Ricardo Sallles.

As assessorias de imprensa estão funcionando bem.

__________________________________________________________________

ESSE É O GASPARI
Título da coluna de Elio Gaspari na Folha, depois da entrevista de Bolsonaro a William Bonner:

Bolsonaro passou pelo JN

Título de coluna de Eli Gaspari na Folha, depois da entrevista de Lula:

Lula usa tom agressivo no JN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 7 =