A MÁFIA DE MACRI

O Ministério Público vai investigar na Argentina delitos que podem estar acontecendo no Brasil. Escutas ilegais comandadas por um poder paralelo dentro do serviço de inteligência do governo no tempo de Maurício Macri. Arapongas a serviço de Macri espionavam telefonemas, e-mails e mensagens trocadas por adversários políticos, por ex-amigos, jornalistas e até mesmo juízes. E

O CARNICEIRO LIBERTADO PELA PANDEMIA

Os argentinos enfrentam mais um dilema que os brasileiros nunca terão: a libertação de criminosos da ditadura, porque são na maioria idosos na faixa de risco da pandemia. No Brasil, não há quem libertar, porque assassinos e torturadores foram anistiados e sempre ficaram soltos. Brilhante Ustra, ídolo de Bolsonaro, morreu em liberdade em 2015. Muitos