FOI-SE O ALGOZ DE CRISTINA

Morreu o juiz federal que mais trabalhou para a direita na perseguição à Cristina Kirchner. Claudio Bonadio era o Sergio Moro argentino. Comandava os processos contra Cristina, que ainda sofre lá o mesmo cerco judiciário armado aqui contra Lula. Bonadio também enfrentava dezenas de processos administrativos e disciplinares, muitos com a acusação de que não

O PODER DAS MULHERES ARGENTINAS

A moça da foto é a jornalista, música e militante feminista Mikki Lusardi, que vai dirigir a Rádio Nacional Rock, da rede pública de comunicação cultural da Argentina. Li ontem no Página 12 (que baita jornal) que Alberto Fernández e Cristina Kirchner indicaram cinco mulheres e apenas um homem para dirigir os veículos sob controle

OS CONSOLOS DA DIREITA

A direita sempre busca consolos nas derrotas (quando não busca golpes). A direita argentina, por exemplo, esperava perder de 7 a 1. Não foi bem assim. Alberto Fernández fez 48,08% dos votos e Maurício Macri teve 40,5% (com 95% dos votos apurados). Nas prévias, em agosto, Fernández obteve 49,49% e Macri, 32,93%. De lá até

Os novos golpes

Duas prioridades para a direita latino-americana, claro que com ajuda externa: levar adiante o golpe contra Evo Morales na Bolívia e esculhambar ainda mais com a economia argentina, como parte do plano de inviabilização do começo do governo de Fernández e Cristina. O problema para a direita é que bolivianos e argentinos não são brasileiros.

O cerco do Judiciário à Cristina Kirchner

O juiz federal Claudio Bonadio, o Sergio Moro argentino, fez hoje o que estava previsto. Como Alberto Fernández e Cristina Kirchner devem vencer a eleição no primeiro turno, Bonadio voltou a indiciar Cristina em mais um processo por corrupção. A poucos mais de um mês da eleição de 27 de outubro, a direita joga pesado

A ARMADILHA ARGENTINA

Alberto Fernández e Cristina Kirchner poderiam conversar com Dilma Rousseff e líderes das esquerdas daqui para que não caiam de novo numa armadilha. Enquanto os empresários abandonam Maurício Macri, a imprensa de direita se aproxima do peronismo kirchnerista. Não são poucas as análises nessa direção. Héctor Magnetto, controlador do grupo Clarín, a Globo deles, inimigo

ABANDONARAM MACRI

Os comentaristas de política e economia do La Nación e do Clarín, dois jornais que sustentam a direita argentina e que sempre venderam Macri como o exemplo de liberal latino-americano, entregaram os pontos. Li muitos deles ontem e hoje. Assim como a grande imprensa abandonou Bolsonaro aqui, os jornais argentinos estão largando Macri. Não há

A VOLTA DE CRISTINA

Cristina Kirchner vem aí. Que os argentinos se preparem para as baixarias da direita. A Frente de Todos, de Alberto Fernández (presidente) e Cristina Kirchner (vice) venceu as prévias deste domingo. Era previsto, mas há componentes assustadores para a direita. A participação do eleitorado chegou a 75% (o mesmo percentual de 2015), quando esperavam que