ACOVARDOU-SE

Eduardo Bolsonaro atacou Alexandre Frota, na CPMI das Fake News, mas falou, levantou-se e foi embora. O próximo a falar seria o deputado Paulo Pimenta.
O assador de hambúrgueres percebeu que não deveria ficar, porque sabia que Pimenta iria mostrar quais são as ligações dos Bolsonaros com a máfia do Queiroz.
Eduardo saiu da sala apressado, sendo chamado de moleque mimado e nenenzinho por Frota.
Pimenta afirmou: “Não vou dizer que o deputado teve uma atitude covarde, mas deselegante”.
Os deputados e os que acompanharam as bobagens sabem que Eduardo Bolsonaro se acovardou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


7 + 2 =