AFASTEM OSMAR TERRA DO COLETE DO SUS

Se substituir Luiz Henrique Mandetta, e dizem que uma hora irá substituir, Osmar Terra também vai usar o colete de batalha do SUS, como o atual ministro vem fazendo, mesmo que seja criticado por servidores da saúde pública?

Se usar o uniforme como marketing, copiando Mandetta, Terra ofenderá o Sistema Único de Saúde e os profissionais que estão dentro dos hospitais na guerra contra o coronavírus.

Terra é uma das vozes mais insistentes contra o isolamento. Já divulgou fake news sobre a situação da Itália, sugerindo que as restrições ao convívio social matam mais do que a gandaia geral nas ruas.

É mentira, é propagar a desinformação e o medo entre os que ficam em casa e se protegem do contágio.

Terra ajuda, com a propaganda pela liberação geral, a sobrecarregar o sistema de saúde. A desobediência ao isolamento eleva o nível de estresse e os riscos a que se submetem médicos e profissionais de enfermagem e de todas as áreas envolvidas nas ações cotidianas contra a pandemia.

Todos sabem que a capacidade de trabalho e a sobrevivência dos profissionais da saúde vão depender da quantidade de doentes dentro dos hospitais, antes mesmo do pico do surto, que ainda não chegou.

É óbvio para todos, mas não para os que fazem a propaganda da liberação, para ceder às pressões do véio da Havan e do comércio bolsonarista.

Terra é médico. Deveria prestar atenção nos depoimentos de famílias de médicos e enfermeiros, que expressam todos os dias apoio a pais, mães, filhos, irmãos e amigos que estão dia e noite dentro dos hospitais.

Se Osmar Terra virar ministro e vestir o colete do SUS – que é o uniforme de quem está na linha de frente, ao lado das famílias pobres –, estará produzindo a imagem mais ofensiva desde o início da pandemia.

Mais ofensiva até do que as fotos da propaganda descarada que Bolsonaro faz de um medicamento ainda em testes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


6 + 3 =