MANDETTA ESNOBOU BOLSONARO AO VIVO

Luiz Henrique Mandetta sobreviveu atirando. O ministro tratou Bolsonaro com desprezo na primeira entrevista logo depois da reunião em que decidiram que ele fica. Os militares decidiram. Falou durante mais de 10 minutos, ao vivo, sem interrupção, e não citou nenhuma vez Bolsonaro. Nenhuma. Só no final disse que o presidente pode, se optar por

O PROJETO ‘CIENTÍFICO’ MACABRO DE OSMAR TERRA

Osmar Terra, o bolsonarista que passou o dia cotado para substituir Luiz Henrique Mandetta, poderia retomar, se virasse ministro da Saúde, um projeto macabro de 2008. Terra era aluno de mestrado de neurociência da PUC/RS e pretendia se consagrar como aprendiz de cientista. Iria investigar o cérebro de 50 adolescentes que haviam cometido homicídio. A

O SUJEITO QUE SÓ PENSA EM AR PURO

A percepção de cada um pode indicar que as pessoas desapareceram das ruas ou o contrário. As Informações desencontradas dão até debate. Já ouvimos amigos dizendo que o bairro Menino Deus, em Porto Alegre, está vazio, e outros assegurando que está normal. Mas, dependendo do lugar, podem dizer que está vazio e está mesmo. Como

MANDETTA VAI ESCAPAR?

Bolsonaro ameaçou hoje usar sua caneta contra gente do governo que, diz ele, está se achando. Avisou que “a hora deles vai chegar”. Recado claro para Luiz Henrique Mandetta. Sustentado pela pesquisa do Datafolha (59% não querem sua renúncia), o homem pode acordar hoje e decidir demitir Mandetta. O que aconteceria se mandasse o ministro

PESQUISA DO DATAFOLHA É UMA ISCA DIANTE DE BOLSONARO

A pesquisa do Datafolha que dá sobrevida a Bolsonaro e ajuda a disseminar mais terror em meio à pandemia também mobiliza os otimistas. Para esses, o retrato é terrível, mas pode ser consertado. São os restauradores de retratos. O dado alarmante nem é o que revela a rejeição de 59% à ideia da renúncia de

O BRASIL É REFÉM DE BOLSONARO

Saiu a pesquisa que amplia o terror da pandemia. A pesquisa que a Folha gostaria de não ter feito. Segundo o Datafolha, a renúncia de Bolsonaro é rejeitada por 59% dos brasileiros. Apenas 37% desejam que ele renuncie e 4% não sabem dizer. Apesar de levantamento do próprio Datafolha apontar que apenas 33% dos ouvidos

BOLSONARO INVESTE NO INFERNO

O jejum que Bolsonaro recomendou para este domingo, “quando o inferno irá explodir”, é mais um movimento em direção à base que o sustenta em meio à pandemia e à ascensão de Luiz Henrique Mandetta. Bolsonaro se jogou nos braços dos pobres e neopentecostais com a determinação dos desesperados. Mauro Paulino e Alessandro Janoni, diretores

AS ARRISCADAS MISSÕES DO GENERAL BRAGA NETTO

O general Walter Souza Braga Netto é reconhecido até pelos coronavírus de Brasília como tutor do governo Bolsonaro. Mas é provável que não estivesse onde está se não carregasse no currículo um desafio imposto pelo Alto Comando do Exército em 2018. Em fevereiro daquele ano, o general, então chefe do Comando Militar do Leste, resistia