POR QUE OS ESTUDANTES NÃO CONSEGUEM DERRUBAR ESTE SUJEITO SEM PREDICADOS?

Abraham Weintraub conseguiu escrever um texto de algumas linhas no Twitter, em que ataca Reinaldo Azevedo, sem um erro de português. O estilo é único, inovador, revolucionário, atrevido, com a repetição de exclamações, sem o uso de vírgulas, o que dá uma surpreendente sonoridade ao texto. Weintraunb é o Joyce do bolsonarismo. Deliciem-se com a

A EXTREMA DIREITA E O NOBEL

O ministro fundamentalista da Educação quer punir os estudantes com baixo desempenho no Enem. O Nobel premiou três economistas que estudaram o contrário: como se dedicar ao reforço escolar de estudantes com dificuldades de aprendizagem, pelos mais variados motivos. Os três – Abhijit Banerjee, Elinor Ostrom e Michael Kremer – são economistas, não são educadores.

Claudio Guedes e As prioridades & os vivaldinos

Compartilho esse artigo do meu amigo Claudio Guedes sobre a destruição da educação, da pesquisa e dos pesquisadores. Prioridades & vivaldinos Claudio Guedes No dia 2 de fevereiro do ano passado (2018), a Folha de S. Paulo revelava que o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa do MPF na Operação Lava-Jato, recebia R$ 6.659,73 de

O QUE ELES TEMEM

Esses caras arrancaram a faixa de um prédio da Universidade Federal do Paraná porque odeiam a educação, certo? Mais ou menos. O que eles odeiam mesmo é a universidade pública que ampliou os acessos à educação superior a pobres, negros, índios. O que eles gostariam mesmo de arrancar são cartazes como esse que publico aqui,

Os cooptados pelo golpe

Mendoncinha pode ter a pretensão de revolucionar a educação no Brasil. Cada um faz o que pode na revolucionária Dinastia do Jaburu. Padilha vai revolucionar a Previdência. Serra quase revolucionou a diplomacia. Geddel revolucionava o tráfico de influência. Jucá revolucionou as previsões sobre quem seria comido primeiro. Meirelles revoluciona o desemprego. Moreira Franco está quieto,

A escola sitiada

http://www.extraclasse.org.br/exclusivoweb/2016/09/escola-sem-partido-quando-ensinar-a-pensar-e-crime/ Em cinco minutos, essa reportagem da ECTV (no link acima), feita pelo Flávio Ilha e pelo Álvaro Andrade, mostra como o fascismo avança na educação. Não tinha visto uma reportagem sobre o assunto com tanto poder de síntese e com depoimentos tão poderosos. É a primeira de uma série da ECTV, do Extra Classe.

Moral e cívica

Ficou chato o debate sobre o projeto de lei que propõe a proibição da “doutrinação política nas escolas”. Mas peço que leiam esse trecho de um texto que só é interessante por causa da sua origem: “O projeto consubstancia o lobby de um grupo que se intitula “Escola Sem Partido”, cujo objetivo oficial – “sem