A MORTE DO AMIGO NEGACIONISTA

O colega sempre divertido da adolescência incorporou aos 60 anos, no grupo do Whats, um sujeito pesado. Não era mais o tucano que poucos sabiam que havia sido. Era um ativista bolsonarista e negacionista. É o tema do meu artigo quinzenal no jornal online Extra Classe. Abordo a história do ex-colega de uma turma dos

E SE O GOVERNO MANDAR ELIMINAR OS IDOSOS?

A ciência assegura que as vacinas funcionam, mas o governo diz o contrário e acrescenta que o que funciona é a cloroquina. As estatísticas oferecidas pela realidade e a própria observação da realidade nos dizem que as vacinas funcionam. O governo insiste que não só não funcionam como podem matar crianças. As vacinas funcionam e

A ÚLTIMA CHANCE DE BOLSONARO É A APOSTA MACABRA

Não há ideologia, não há religião, não há dado concreto algum para sustentar a posição de Bolsonaro contra as vacinas. Não há nada mais desses ingredientes na sabotagem da imunização que pode salvar as crianças. A ideologia, a religião e o negacionismo são de outro departamento das alienações, das ignorâncias e da manipulação de pessoas

UMA ‘PESQUISA’ QUE CONSTRANGE OS GAÚCHOS

Mais uma vergonha para o Rio Grande do Sul. A UFRGS, sempre citada entre a elite das universidades brasileiras, paga o mico de ter seu nome envolvido em famoso artigo sobre pesquisa do lockdown na pandemia e que é agora deletado de uma revista científica. Ainda bem que, nessa área, temos um ex-reitor e um

NEGACIONISTAS, UNI-VOS!

Se o negacionista considera-se livre para fazer o que bem deseja, rejeitando a máscara, a imunização e o passaporte da vacina, que se contamine logo, mas num lugar que reúna apenas a sua turma. Que se organizem e se aglomerem e deixem de praticar um negacionismo amador. Contagiem-se com método e com alegria. É o

TUCANO GAÚCHO FOI USADO POR BOLSONARO NA TENTATIVA DE SABOTAR A VACINAÇÃO LIDERADA POR DORIA

Eduardo Leite fica muito mal na história contada agora à tarde por Lauro Jardim, no Globo, sobre as brigas de Bolsonaro com Doria em torno do início da vacinação em São Paulo. O tucano sempre diz que se distanciou do bolsonarismo, por ele apoiado em 2018. Mas a história contada mostra que agiu como mandalete

A ASPIRINA E A CLOROQUINA

Há um fenômeno ainda não decifrado criado pela pandemia. O que levou médicos de comunidades interioranas a correrem o risco de receitar a cloroquina contra a Covid? Por que, mesmo depois de provado que o remédio não funciona, os profissionais insistiram e continuaram prescrevendo? É o tema do meu texto quinzenal no jornal Extra Classe,

A HORA DE COBRAR DOS OMISSOS E DOS COVARDES

A jornalista Dorrit Harazim abordou em sua coluna em O Globo o que a maioria, na grande imprensa, não se sente à vontade para comentar: a omissão de vastos setores diante do genocídio da pandemia. Está consagrado que Bolsonaro, os filhos de Bolsonaro, os coronéis de Pazuello, os traficantes de cloroquina e de vacina, todos

A CPI VAI AMARELAR E DESISTIR DO INDICIAMENTO DE BRAGA NETTO?

Uma figura da República, recolhida à discrição desde o 7 de setembro, pode reaparecer nos próximos dias. Mas só se estiver na lista da CPI do Genocídio, entre os acusados de envolvimento nos crimes da pandemia. É o general Braga Netto, ministro da Defesa, considerado o mais poderoso e fiel militar ao lado de Bolsonaro.

A AGRESSÃO DO BOLSONARISTA HOMOFÓBICO

O bolsonarista que atacou o senador Fabiano Contarato nas redes sociais por ser gay pediu desculpas hoje na CPI do Genocídio, com o argumento de que foi uma brincadeira. Otávio Fakhoury é mais um valente pela metade. Que o caso não fique apenas nas desculpas de um sujeito que se define como “uma pessoa cristã”.