JORNALISTA ABANDONA MORO

Sergio Moro teve uma perda de peso na equipe. Sonia Racy informa no Estadão que a jornalista Giselly Siqueira pediu demissão agora à tarde do cargo de assessora de comunicação do ex-juiz.
Giselly era poderosa no Ministério da Justiça. É casada com o jornalista Vladimir Netto, autor do livro Lava Jato – O juiz Sérgio Moro e os bastidores da operação que abalou o Brasil. O livro foi escrito para exaltar a Lava-Jato.
Vladimir é repórter da Globo e filho da comentarista do jornal O Globo e da GloboNews Miriam Leitão.
Não é uma demissão qualquer. Acontece um dia depois do ministro anunciar seu pedido de licença para reenergizar o corpo.
Moro perde uma profissional talentosa e com trajetória em vários órgãos públicos, decisiva para ajudá-lo a enfrentar a guerra da comunicação em meio aos vazamentos de mensagens.
Agora, será preciso estabelecer as conexões com o que acontece no entorno do ex-juiz, para tentar entender a decisão, suas motivações e suas consequências.
A pergunta é esta: que pressão insuportável (não venham com as questões pessoais de sempre) levou a jornalista a saltar fora do barco do chefe do Dallagnol?
O marido dela escreveu um livro com os bastidores da Lava-Jato, para incriminar as esquerdas e endeusar a figura do juiz. O livro serviu de roteiro para a série O Mecanismo, do cineasta da direita Zé Padilha, em que Moro é apresentado como Batman.
Giselly escreverá um dia um livro sobre os bastidores do que viu e ouviu nesses seis meses em que conviveu com o ex-juiz, até o momento em que decidiu pedir pra sair?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


5 + 7 =