Temer ao centro

Os delatores da Odebrecht dizem que Temer era o chefe da arrecadação de caixa dois (não é propina…) do PMDB. O presidente interino, que apenas espera o golpe tucano, é citado 43 vezes pelos delatores. Estou esperando a rosácea no powerpoint de Curitiba com a turma que arrecadava o dinheiro, o Padilha, o Geddel, o Jucá e outros menos votados em volta do homem do Jaburu.

Ah, dirão, mas o homem tem foro privilegiado, e aí a Lava-Jato não pode entrar, a não ser que tenha um grampo do Temer falando com o Lula ou a Dilma.

Se tiver um grampo (e que comprometa Dilma e Lula), a Lava-Jato arruma uma brecha na lei e teremos então o serviço completo no Jornal Nacional.

Essa Lava-Jato pode fazer o que bem entende depois da foto do Sergio Moro com o Aécio.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


5 + 7 =