Valdívia e as empanadas

Valdívia, aquele mesmo, do Palmeiras e da seleção chilena, distribuindo empanadas para o povo no metrô de Santiago.
O Colo-Colo, o time de Valdívia, está com os manifestantes. O clube, os jogadores, a torcida.
Os jogadores do Colo-Colo se misturam às pessoas nas ruas. Eles não temem ameaças e bravatas sobre a volta dos militares. Eles enfrentam os ameaçadores.
Talvez porque a seleção em que joga Valdívia jamais tomaria uma goleada de 7 a 1 e jamais seria treinada por um admirador de Pinochet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


4 + 2 =