A CPI QUE NÃO PRENDE UM LOBISTA MENTIROSO PODE PRENDER UM GENERAL?

Ao negar o pedido do relator, Renan Calheiros, para que Fábio Wajngarten fosse preso durante o depoimento, o presidente da CPI do Genocídio, Omar Aziz, beneficiou todos os próximos depoentes.

Fábio Wajngarten acabou criando um habeas corpus até para ex-ministro Eduardo Pazuello, que vai depor dia 19 e poderá mentir, como o ex-secretário de comunicação mentiu, e não ser preso.

É o tema do meu texto no Brasil 247, com link abaixo:

https://www.brasil247.com/blog/a-cpi-que-nao-prende-um-lobista-mentiroso-pode-prender-um-general

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 8 =