AINDA FALTA ESSE DAÍ

Duas notícias desta terça têm o poder de ressuscitar algum ânimo nos mais pessimistas. A primeira é sobre o tom da decisão do ministro Alexandre de Moraes que autorizou a abertura de inquérito contra os fascistas das manifestações de domingo.

Moraes disse, em resposta ao pedido da Procuradoria-Geral da República, que os atos são inconstitucionais e não podem ser confundidos com liberdade de expressão.

O ministro afirma que não há como aceitar condutas e manifestações com “a nítida finalidade de controlar ou mesmo aniquilar a força do pensamento crítico, indispensável ao regime democrático”.

É a declaração certa na hora certa. Não tem essa de querer argumentar em nome da liberdade de expressão (a desculpa de Bolsonaro ontem) para na verdade atentar contra o direito de alguém se expressar.

A segunda notícia é sobre o estado de espírito dos procuradores da República diante da investigação que agora será aberta. O empenho deles é para que não seja apenas uma formalidade contra pregadores da volta do AI-5.

Procuradores que a direita não consegue manobrar e aplaudir, como aconteceu com o grupo de Curitiba a serviço da caçada a Lula, mandam um aviso aos fascistas: se forem obtidas provas contra os organizadores dos atos, pode ter gente presa.

Se prenderem meia dúzia de golpistas, eles levarão um tempo até decidirem reunir a turma de novo diante dos QGs do Exército.

Quem desses grupos que estiveram na aglomeração em Porto Alegre (quando alguns deles bateram em três mulheres) teria o peito de sair de novo para as ruas depois da abertura do inquérito?

Claro que falta nisso tudo o chefe do golpe, o sujeito que pretende criar um clima de bagunça política para subjugar Supremo e Congresso, o que na cabeça dele pode ser possível.

Falta investigar Bolsonaro. Mas Augusto Aras, o procurador-geral, acha que ele não tem nada com isso, que apareceu domingo no ato pró-golpe e discursou porque estava passando por ali e foi convidado a subir na carroceria de uma caminhonete. Mesmo que tossisse sem parar.

Falta esse daí. Mas esse a Constituição pode pegar mais adiante, ou será que Bolsonaro e os filhos acham que irão escapar sempre?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


9 + 7 =