UM TRASTE ACOVARDADO

Estão esperando que Sergio Moro comente o assassinato da menina de oito anos por policiais que atiram sem parar por ordem do fascista Wilson Witzel.
Sergio Moro também defende que os policiais atirem, sob qualquer argumento que envolva medo, forte emoção ou surpresa.
O ex-juiz é, sob pressão de Bolsonaro, autor da proposta que anistia sumariamente policiais assassinos, sempre com o argumento que podem matar em legítima defesa.
Que matem porque nunca serão julgados. Por isso não esperem comentários de Sergio Moro. O ex-juiz é um covarde que nem Bolsonaro respeita mais. Nem os generais, nem os filhos de Bolsonaro.
Moro já não comenta há muito tempo nem seu grandioso plano de salvação do cigarro nacional.
É bom que não cometente nada sobre o assassinato de Ágatha Félix com um tiro de fuzil. Se for para dizer apenas que lamenta, que não diga nada, que fique quieto.
Moro é um traste abandonado pelo próprio bolsonarismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


9 + 4 =