O VALE-TUDO DE UM TUCANO CONTRA OUTRO TUCANO

As idas e vindas de Eduardo Leite constrangem a imagem do gaúcho como uma figura histórica de fibra e de palavra. Leite é um péssimo perdedor.

Perdeu as prévias do PSDB para João Doria no ano passado e assumiu que iria trabalhar pelo vencedor na disputa pela presidência da República.

Inconformado com a derrota, meses depois ameaçou deixar o PSDB e se atirar nos braços do PSD de Kassab, para ser candidato de qualquer jeito por outro partido.

Como a hipótese PSD não parecia uma boa ideia, articulou com um grupo de tucanos que João Doria seria afastado e ele, Leite, seria o candidato a presidente pelo PSDB.

Dias depois, o golpe em Doria também foi considerado arriscado, e o governador gaúcho passou a considerar a hipótese de não ser candidato do PSD e nem do PSDB a presidente.

Leite estaria disposto a disputar a reeleição. Mesmo que, antes de ser eleito, tenha anunciado que nunca se candidataria à reeleição, porque era contra um segundo mandato.

Mas o projeto da reeleição, dizem os que acompanham seus movimentos, poderia ser uma furada, porque nunca um governador gaúcho se reelegeu e ele perderia até para Sartori.

Como a possibilidade de se candidatar a um segundo mandato também estaria ameaçada, Leite pulou para outra hipótese, a de se candidatar ao Senado.

Se esta empreitada também passar a ser considerada de alto risco, a opção seria uma candidatura a deputado federal.

Só não se sabe ainda se, nessas idas e vindas, existe a possibilidade de o tucano voltar a ser bolsonarista, como foi em 2018.

A última informação, de quarta-feira à noite, era a de que ele vai deixar o governo e incentivar o golpe que tiraria Doria da jogada.

Aécio Neves, especialista em golpes, é o líder da empreitada, com a participação de aves emplumadas do tucanato.

É jogo pesado, talvez o mais pesado já testemunhado pela política gaúcha em todos os tempos dentro de um mesmo partido.

Imaginem as alianças que um candidato com essa índole pode fazer para montar sua candidatura, se o projeto for levado adiante e Doria for jogado para fora do ninho.

3 thoughts on “O VALE-TUDO DE UM TUCANO CONTRA OUTRO TUCANO

  1. Todos os nomes tucanos citados são BOLSONARISTAS de 2018.
    Com certeza trabalharão para o biroliro agora em 2022.
    Se merecem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


7 + 8 =