A resistência

Quarta-feira à noite, ouvi José Dirceu em palestra na Federação dos Bancários e ontem pela manhã participei de uma roda de conversa coordenada pelo Rodrigo Dilelio, presidente do PT de Porto alegre, na sede do partido.
Se pudesse resumir em três pontos as falas de Zé Dirceu, nos dois encontros, eu deixaria assim:

É possível resistir, nas universidades, nos sindicatos, nos movimentos sociais, na Igreja progressista (a católica e as luteranas, digo eu), nos bairros e, claro, nos partidos e principalmente com a força dos jovens.

Preparem-se para a estrutura de vigilância que está sendo criada (nas sombras da caçada ao tráfico e ao crime organizado) com caráter e formato de polícia política.

Não desistam nunca de lutar pela libertação de Lula.

ZÉ DIRCEU E LULA 

Algumas frases de José Dirceu, em palestra hoje à noite em Porto Alegre, no lançamento do seu livro Zé Dirceu – Memórias, volume I (GeraçÃo Editorial).

“Se não lutarmos pela libertação de Lula, por quem iremos lutar?”

“Hoje, é o Lula, amanhã pode ser qualquer um”.

“Ninguém deve ter o monopólio de liderança nas esquerdas. Nem o PT, nem Lula, nem Haddad”.

“Precisamos reconhecer o papel de lideranças como Ciro Gomes”.

“Levem ao pé da letra o que Bolsonaro diz (sobre o desmonte do Estado)”.

“O projeto de Bolsonaro é destruir a Era Vargas e a Era Lula”.

“Eles estão montando uma estrutura de Justiça e segurança
não para combater quadrilhas e o tráfico, como dizem, mas para terem a vigilância de todos e formarem uma polícia política”.

“Sou realista, reconheço que eles (Bolsonaro e sua turma) têm base popular, mas tenho muita esperança na nossa capacidade de luta”.

(A primeira foto é de José Dirceu com o gaúcho Clóvis Ilgenfritz da Silva, figura histórica do PT no Brasil. A moça é Ana Letícia, filha de Clóvis.)

17 DE MAIO

José Dirceu pode ser preso de novo no mesmo dia em que, há um ano, muitos acharam (eu inclusive) que o jaburu seria derrubado e o golpe chegaria ao fim.
No dia 17 de maio do ano passado, milhares saíram às ruas, depois da divulgação da gravação de Joesley Batista com o chefe do Quadrilhão.
Foi a última grande manifestação contra a quadrilha e o golpe. Em Porto Alegre, 40 mil pessoas desceram a Borges. Eu desci junto.
O jaburu resistiu e no dia seguinte era como se nada tivesse acontecido. Meia dúzia apareceu na Esquina Democrática. Vi Olívio Dutra por lá. Meu amigo Heitor Schmidt, minha amiga Marta Magadan. Foi triste.
Saímos dali e fomos beber no Tutti Giorni, o bar do Nani na escadaria da Borges. Nunca mais tivemos uma manifestação de rua do tamanho daquela de 17 de maio. Teremos outra chance?
O jaburu, Aécio, Serra, Alckmin, Paulo Preto e os integrantes das quadrilhas e dos quadrilhões estão soltos e impunes. Todos os tucanos corruptos estão livres. Todos.
Lula está preso. E José Dirceu pode ser encarcerado mais uma vez. E exatamente no dia 17 de maio. O golpe não brinca com simbolismos.

José Dirceu dança mal

O Estadão flagrou José Dirceu dançando numa festa. O Jornal Hoje, da Globo, mostrou o vídeo. Pensei muito sobre o motivo da notícia. É um condenado que foi libertado. É um cara com uma tornozeleira.
Foi caçado pelo Joaquim Barbosa (sem uma única prova) e é caçado agora pelo Sergio Moro (juristas dizem que também sem provas). E daí? Não pode dançar?
Nunca tive simpatia por José Dirceu, que alguns apontam como o cara que empurrou o PT para muitos erros, pela soberba e pelo excesso de poder.
Mas mostrar Dirceu dançando significa o quê? Significa que a Globo tenta mostrar uma indecência de Dirceu, depois do flagra com a indecência do seu apresentador racista.
A Globo vai tentar, de todas as formas, mostrar deslizes de alguém da esquerda. Se não encontra racistas, tentará encontrar condenados pela Justiça seletiva que dançam. Assim como não acham nada contra Dilma e tentam processá-la agora por causa da morte de um cachorro.
Hoje à tarde fiquei pensando que a Globo pode ter mostrado o vídeo porque José Dirceu dança mal. Temos a única prova contra José Dirceu. É um péssimo dançarino. Aí o vídeo pode ter algum fundamento. O William Waack deve dançar melhor.
Eu queria ver o William Waack dançando capoeira com o cara aquele que deu os buzinaços lá em Washington.