NÓS DEPENDEMOS DESTES TRÊS

Os três ministros mais destemidos do Supremo hoje, os que não se assustam com os blefes do bolsonarismo, foram indicados pela direita. Gilmar Mendes, Celso de Mello e Alexandre de Moraes.

Podem dizer que são isso ou aquilo, que não são confiáveis, que são liberais. Podem repetir tudo o que parte da esquerda gosta de dizer para tentar se reafirmar como esquerda e afugentar aliados da democracia em momentos de urgência.

Podem dizer o que quiserem. Mas o real, o concreto, o substantivo, o comprovado hoje é que eles não se acovardaram diante de Bolsonaro, dos filhos do sujeito e dos agregados que a família chamou para o poder.

Os ataques ao Supremo, que Bolsonaro apoiou mais uma vez hoje em Brasília, foram dirigidos principalmente a esses três.

Mendes tem deixado claro que autoridades cúmplices de orientações de saúde pública sem base científica devem ser responsabilizadas. É o caso de Bolsonaro como propagandista da cloroquina e pelo incentivo ao fim do isolamento social.

Mendes já repetiu várias vezes, referindo-se a Bolsonaro, que a Constituição não autoriza um presidente da República a implementar uma política genocida.

Alexandre de Moraes conduz o inquérito das fake news e das agressões e difamações ao Judiciário, que vai pegar os filhos de Bolsonaro e os milicianos digitais mobilizados pelos garotos.

Foi Moraes quem evitou a consumação da manobra de Bolsonaro para que o delegado Alexandre Ramagem assumisse a Polícia Federal. E foi quem determinou que ninguém mexa nos delegados que já atuam nas investigações das mentiras produzidas pelo gabinete do ódio.

Celso de Mello cuida do inquérito envolvendo as denúncias de Sergio Moro sobre as interferências de Bolsonaro na PF. Determinou que três ministros militares fossem ouvidos, se preciso sob condução coercitiva.

Liberou a íntegra do vídeo da reunião do dia 22 e ainda enviou consulta à Procuradoria-Geral da República para que o celular de Bolsonaro seja apreendido. Jogou a decisão no colo de Augusto Aras.

Bolsonaro o acusa de ter divulgado um vídeo com trechos em que não há relação com a prova do caso em questão e sugere que Celso de Mello seja processado por divulgar intimidades. Numa referência talvez à sua frase, dita na reunião do dia 22, e que está no vídeo, sobre as hemorroidas da extrema direita.

Mello é agora o alvo preferido do bolsonarismo. E também está com ele o voto de desempate no processo em que Sergio Moro é julgado por suspeição no julgamento do caso do tríplex do Guarujá.

Esses são os três que enfrentam os bolsonaristas que os ameaçam com consequências imprevisíveis, se o Supremo fizer o que tem que ser feito.

E os outros ministros? Os outros estão pensando se processam ou não o terrível, o poderoso, o temido, o grande líder Abraham Weintraub.

___________________________________________________________________

E O DALLAGNOL?
Sergio Moro vai aparecer no Fantástico. É brabo depender das denúncias do Moro para fragilizar Bolsonaro.

Só falta Deltan Dallagnol também virar inimigo do Bolsonaro.

___________________________________________________________________

MASCARADOS
Horacio Rodríguez Larreta, prefeito macrista de Buenos Aires, com a máscara que imita a bandeira argentina.

Em toda parte, a direita se apoderou dos símbolos nacionais.

___________________________________________________________________

O DATAFOLHA TRAVOU
O DataFolha pretendeu, em algum momento, ser o termômetro dos humores nacionais, com pesquisas em cima dos fatos.

Muita gente achava que a Folha pulicaria hoje uma consulta sobre a divulgação do vídeo da reunião do dia 22.

O jornal desistiu de fazer pesquisas na hora certa? A Folha prefere esperar que a panela tenha menos pressão? O que assusta a Folha?

Amanhã poderemos ter alguma coisa?

___________________________________________________________________

BARRADOS
Com a decisão de Trump de barrar a entrada de brasileiros, hoje Eduardo Bolsonaro não teria como fritar hambúrgueres nos Estados Unidos.

One thought on “NÓS DEPENDEMOS DESTES TRÊS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


1 + 4 =