BOLSONARO CONSEGUIU

Recolham-se os que apostavam que o coronavírus iria destruir o que sobrava da base de apoio a Bolsonaro.

O DataFolha reafirma hoje o que a pesquisa anterior já informava, sobre a manutenção do lastro de um terço da população ao lado do homem.

Hoje, a informação é ainda mais devastadora. As pessoas que aprovam sua gestão da crise da pandemia são maioria.
São 35% os brasileiros que consideram ótima ou boa sua atuação. Os que consideram ruim ou péssima sua gestão da crise são 33%.

E 26% avaliam a atuação de Bolsonaro como regular. Apenas 5% não sabem opinar.

O DataFolha analisa os resultados por renda e revela outro dado desolador. Bolsonaro está perdendo apoio dos ricos e escolarizados e mantendo o apoio dos pobres.

O apoio ao que a Folha chama de gestão da crise é de uma maioria de baixa renda e de baixa escolaridade.

Bolsonaro conseguiu o que queria com a sua falação contra o coronavírus como uma ameaça criada pela imprensa. Pegou a sua afirmação de que é apenas uma gripezinha.

Outra informação desalentadora: os jovens, assim como os pobres desinformados e manipulados por Bolsonaro, não acreditam na ameaça da pandemia.

O resumo: a classe média, incluindo os ricos arrependidos (como mostra a pesquisa), e os velhos são os que temem a pandemia.

A desinformação e a ignorância são a arma de Bolsonaro. Preparem-se para o que a pandemia promete no Brasil.

A Folha tenta esconder essa realidade na manchete, dizendo que governadores têm mais apoio do que Bolsonaro. É apenas uma tentativa de fomentar a guerra entre ele e os
governadores.

É uma manchete furada, enganosa. A informação certa é que Bolsonaro está vencendo e ampliando a base de apoio entre os pobres.

O impeachment é uma ilusão que o coronavírus já comeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Website Protected by Spam Master


2 + 4 =