NÃO JOGUEM PEDRAS NOS ARREPENDIDOS

Se os líderes da oposição tivessem jogado pedras nos dissidentes de 64, a luta pela redemocratização teria sido mais demorada e traumática. São muito mais ingênuos do que radicais os que tentam desqualificar a dissidência de golpistas e bolsonaristas hoje, sejam eles civis ou militares. É o tema do meu artigo no jornal Extra Classe,

A SOLIDÃO DE HAMILTON MOURÃO E SANTOS CRUZ

Se os generais Hamilton Mourão e Santos Cruz juntassem suas solidões, teríamos uma solidão de bom tamanho, mas que continuaria sendo apenas solidão. Mourão e Santos Cruz não têm potência para transformar o abandono e o desprezo que enfrentam em algo de maior significado. Mourão é um general solitário dentro de um governo de generais