A Justiça tomada

Não se impressionem com o que acontece no TRF4, onde até a literatice foi rebaixada. As próximas gerações do Judiciário e do Ministério Público serão ainda mais submissas às orientações de uma direita tomada pela extrema direita. É só conversar com juristas que pressentem o que vem aí. A realidade que nos espera mais adiante,

Professor de ética

Imaginem as aulas desse tal de Claudio Tognoli, professor de jornalismo da USP que divulgou o telefone do desembargador Rogério Favreto. Esse pilantra só continuará dando lições de jornalismo se os alunos quiserem. Se não quiserem, podem abandonar suas aulas e testar sua ‘ética’ de golpista publicando o telefone do sujeito no FaceBook. Quem imaginou

FAVRETO E OS FALSOS MORALISTAS

Alguém que teve em algum momento um vínculo formal e orgânico com um partido é apenas um cidadão. Se o partido não expressa posições fascistas, não há nada de errado. Ao contrário, está tudo certo. As grandes democracias ainda têm partidos fortes com alto índice de engajamento das suas populações. O juiz Rogério Favreto, que

Os amigos, os filhos, as mães…

A Folha mobilizou dois repórteres (e quantos editores?) para descobrir que a mãe e uma irmã do desembargador Rogério Favreto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, foram filiadas ao PT. E que o próprio Favreto também foi. Nada é informado sobre as ligações políticas dos outros desembargadores. A longa reportagem é

O Judiciário vai pagar caro pela atração que tem pelos holofotes da mídia

Uma voz forte de dentro do Judiciário aborda o voluntarismo, o exibicionismo e as distorções da turma da Lava-Jato, que se considera no direito (ratificado pelo Tribunal Regional) de atuar como se estivesse num estado de exceção. O desembargador Rogério Favreto pode, nesta entrevista a Marco Weissheimer, inspirar outros colegas a começar a falar, mas