A direita bacana tem medo dele

Bolsonaro deixou de ser uma hipótese esdrúxula e passou a ser uma possibilidade real como candidato da direita às eleições de 2018. Lula venceria a eleição no primeiro e no segundo turno, conforme pesquisa da Confederação Nacional do Transporte. E Bolsonaro poderia ser o adversário. Não é Aécio, nem Alckmin, nem Serra, nem Marina. O

Bolsonaro manda e desmanda

Ainda não surgiu o deputado macho capaz de enfrentar a fúria e os blefes de Jair Bolsonaro. Os homens da Câmara continuam temendo Bolsonaro. Hoje, ele ficou por um minuto com o dedo em riste quase tocando o rosto da deputada Maria do Rosário, a quem costuma agredir com frequência. Durante todo esse tempo, ele