DUAS PERGUNTAS

Quem dos Bolsonaros terá a grandeza, o desprendimento e a coragem de ir ao velório do miliciano assassinado, que prestou grandes serviços à família, ou o amigo morto não merece nem uma coroa de flores? ******** A polícia vai caçar e matar todos os milicianos foragidos, onde estiverem, ou o assassinato de Adriano da Nóbrega

Por que mataram?

Se Adriano não era perigoso nem interestadual, mas apenas um bandido carioca regional, como argumentaram os elaboradores da lista dos procurados de Sérgio Moro, por que estava sendo caçado de forma implacável na Bahia? É o meu texto no Brasil 247. https://www.brasil247.com/blog/cacaram-e-mataram-um-bandido-que-moro-nao-queria-procurar

A imprensa subjugada

O assassinato de Ágatha não é manchete de nenhum dos jornais da grande imprensa. Nenhum. Nem dos jornais do Rio. Nem do Globo. Nem mesmo do Extra e do Dia, considerados populares e mais próximos dos moradores dos morros e das comunidades pobres. A imprensa tem apenas brigas particulares com o fascismo, porque se desentendeu

O INCIDENTE DE MORO

O ex-juiz Sergio Moro disse que o assassinato de um trabalhador negro no Rio, executado com 80 tiros disparados por soldados do Exército, foi um incidente. “Foi um incidente bastante trágico. Lamentavelmente, esses fatos podem acontecer”, disse Moro em entrevista a Pedro Bial. Não vi a entrevista, mas depois fui ver o vídeo. A frase

Os assassinos de Marielle

Se não esclarecerem em algumas horas a execução da vereadora Marielle Franco, os interventores do Rio estarão condenados à irrelevância. No Brasil, só perseguem, massacram (como massacraram as professoras de São Paulo hoje), processam, cassam politicamente, caçam moralmente e matam militantes e líderes da esquerda, pobres e negros. Marielle foi assassinada pelas ações e pelas