URUGUAIOS NÃO DEIXAM OS TORTURADORES EM PAZ

O coronel Eduardo Ferro, 74 anos, estava preso desde o fim de março em Montevidéu. Ontem, foi liberado e ficará em prisão domiciliar. Foi ele quem comandou em Porto Alegre o sequestro de Universindo Rodríguez Díaz e Lílian Celiberti. O Tribunal de Apelações libertou um dos mais bárbaros torturadores da ditadura uruguaia para que cumpra

ADIÓS, TABARÉ

A democracia perde Tabaré Vázquez, e não só os uruguaios e as esquerdas latino-americanas. Tabaré se elegeu presidente do Uruguai pela primeira vez em 2004, num momento emblemático do começo do século 21. Na ponta debaixo da América Latina, era da mesma turma de Nestor Kirchner, que se elegeu presidente da Argentina em 2003, e

A MORTE DO TORTURADOR

Morreu um dos mais famosos torturadores uruguaios. O policial Hugo Guillén, acusado de crimes de lesa humanidade, matou-se ontem em Montevidéu. É também um arquivo que desaparece. Guillén era um dos chefes e torturadores do centro clandestino Los Vagones, de Canelones, um dos locais para onde a ditadura levava seus inimigos e de onde muitos

A DESPEDIDA DE DOIS DEMOCRATAS

Será um dia histórico e triste para os uruguaios. Os ex-presidentes José Pepe Mujica, 85 anos, e Julio María Sanguinetti, 84, renunciam aos mandatos no Senado no dia 20. São duas figuras decisivas para que o Uruguai retomasse a democracia. Talvez as duas mais importantes para que o Uruguai tenha resgatado as liberdades. Enquanto Mujica

A PROFESSORA, A MÃE, O JUIZ E OS TORTURADORES

A professora Elena Cándida Quinteros era militante anarquista e tinha 31 anos quando foi presa e desapareceu de uma unidade do Exército em Montevidéu, em junho de 1976. Quem aparece na foto carregando o cartaz com seu nome em uma manifestação em Montevidéu, nos anos 80, é sua mãe, dona Tota Quinteros. Tota foi uma

OS URUGUAIOS RESISTEM

Os uruguaios viram ontem uma manifestação improvável no Brasil. Mais de mil pessoas se concentraram no centro histórico de Montevidéu, carregando cartazes com fotos de assassinados e desaparecidos na ditadura. Mães e familiares das vítimas dos militares foram reclamar a abertura de relatórios com depoimentos de assassinos à Justiça Militar. Um desses depoimentos pode provocar

GALEANO E A DITADURA UNIVERSAL DO MEDO

Em 2008, Eduardo Galeano concedeu essa entrevista por e-mail, publicada no Caderno de Cultura de Zero Hora. Conversamos antes da vinda dele a Porto Alegre para lançar seu novo livro, Espelhos. Esta semana, na quinta-feira, dia 3, o escritor completaria 80 anos. Galeano veio e lotou o auditório da Assembleia Legislativa de jovens, numa noite

BOLSONARO URUGUAIO É UM ESTORVO PARA DIREITA E ESQUERDA

Aconteceu o que estava previsto. O senador e general reformado uruguaio Guigo Manini Ríos, líder da extrema direita, disse ontem que a ocultação de informações sobre crimes da ditadura não é um problema dele, mas dos governantes. Manini Ríos, que fracassou ao tentar ser o Bolsonaro uruguaio nas eleições do ano passado, é acusado de

O DRAMA DE PEPE MUJICA

Não está fácil a vida das esquerdas latino-americanas. Até José Pepe Mujica foi arrastado para o centro de uma controvérsia no Uruguai, onde nos últimos anos a imprensa e os familiares de desaparecidos voltaram a remexer nos armários da ditadura. A Frente Ampla de Mujica está sendo cobrada pela própria esquerda (e claro que até

OS CADÁVERES DA DITADURA URUGUAIA

Os uruguaios não param de encontrar cadáveres e identificar os assassinos da ditadura dos anos 70 e 80, enquanto no Brasil os torturadores são elogiados por quem está no poder. Agora, as informações que estão impactando o país e não saem das capas dos jornais tratam das confissões do coronel reformado Gilberto Vázquez (na foto