OS TORTURADORES DA MASMORRA DE CURITIBA

Os procuradores da Lava-Jato sabiam que eram mais do que investigadores e acusadores agindo pretensamente em defesa do patrimônio público. Sabiam que estavam muito acima do poder do Supremo e tinham certeza de que ninguém da estrutura da Justiça teria coragem de questionar suas ações. Eles sabiam que agiam como justiceiros e como membros de

O DIFÍCIL CAMINHO DE VOLTA AOS QUARTÉIS

Os generais podem abandonar Bolsonaro, em algum momento, como já abandonaram muita gente boa no meio do caminho. A História do poder em diferentes épocas e países tem inúmeros casos de abandonos surpreendentes. Até porque já está consagrado que eles não consideram Bolsonaro um militar clássico, o que facilitaria uma retirada. Bolsonaro apenas serviu ao

NÃO PODEMOS PARAR DE FALAR DOS TORTURADORES

Bolsonaro voltou a debochar das torturas sofridas por Dilma Rousseff, e Gilmar Mendes o advertiu de que esse é um dos crimes imprescritíveis. Isso quer dizer o quê? Na Argentina e no Chile (e até no Uruguai, onde também houve anistia), pode querer dizer que os torturadores serão julgados e presos. No Brasil, Mendes sabe

O QUE MIRIAM LEITÃO NÃO DISSE SOBRE DILMA ROUSSEFF

A jornalista Miriam Leitão fez uma concessão a Dilma Rousseff, com quem discorda de quase em tudo. São discordâncias de fundo, não de superfície, porque envolvem questões fundamentais da política, da economia, das relações humanas e dos compromissos com a democracia e o povo. Mas Miriam Leitão mostrou que concorda com Dilma em uma questão.

DILMA E A TORTURA QUE NÃO TEM FIM

Os jornais destacam que Fernando Henrique Cardoso se solidarizou com Dilma Rousseff, depois das declarações de Bolsonaro debochando dos que sofreram torturas na ditadura. Bolsonaro debochou de Dilma Rousseff e de todos os torturados. E FH reagiu. Parece um grande feito. Se FH reagiu, merece manchete. Deve ser porque só reagiram Fernando Henrique, Lula, políticos

FOLHA NÃO PEDE DESCULPAS A DILMA ROUSSEFF

O diretor de redação da Folha, Sérgio Dávila, publica hoje um longo texto sobre o já famoso, ofensivo e desastroso editorial intitulado “Jair Rousseff”, para finalmente admitir que foi uma “escolha infeliz”. O editorial é de 21 de agosto. A Folha é lerda quando precisa dar explicações. Dávila admite que o jornal errou ao colocar

OS QUATRO ANOS DO GOLPE CONTRA AS MULHERES

Em qualquer parte do mundo onde houve ou há instabilidade política, nos últimos anos, a capacidade de reação do povo nas ruas sempre foi maior do que a dos brasileiros. Na Bielorussia, o governo de Aleksandr Lukachenko pode cair pela ação das mulheres. Há inquietação mundial, mesmo em meio à pandemia. Mas poucos se atrevem

Sede O Globo

A VIDA BANDIDA DE GLOBO, FOLHA E ESTADÃO

A grande imprensa brasileira vive um dilema permanente como inimiga de Bolsonaro. Folha, Globo e Estadão batem no sujeito, e só nele e na família e poucas vezes em alguém mais do governo, porque ele os alertou de que todos seriam seus inimigos. Por bater em Bolsonaro, quase sem consequências, é preciso que de vez

As mulheres e as entranhas do bolsonarismo

São valentes os machos que atacaram Dilma em matilha dentro do avião. Os machos do bolsonarismo se unem para atacar mulheres, negros, pessoas com deficiência, índios e idosos. O bolsonarismo é um ajuntamento de homens que temem as mulheres. No mundo instável do bolsonarista inseguro, a mulher é sempre a maior ameaça. Ex-aliadas devem contar