A CPI COMEÇA COPIANDO O GESTO DOS NEGACIONISTAS

Luiz Henrique Mandetta não poderia ter apertado as mãos do presidente e do relator da CPI do Genocídio agora pela manhã, ao chegar ao Senado para o depor. Se os senadores tentassem impor o cumprimento, Mandetta deveria se retirar da CPI em protesto, em nome da ciência e da sensatez. E Omar Aziz e Renan

A BARBEIRAGEM NA CHEGADA

Luiz Henrique Mandetta comete uma barbeiragem grave ao chegar para depor na CPI do Genocídio. Mandetta cumprimentou o presidente da CPI, Omar Aziz, e o relator, Renan Calheiros, com aperto de mão. Desrespeitou uma regra básica de cuidado, que ele mesmo defendia, ou dizia defender. No primeiro gesto na principal vitrine política do país hoje,

O DEPOIMENTO DE MANDETTA

Ao vivo, na TV 247, a sessão da CPI do Genocídio, que vai ouvir o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta. A primeira informação do dia é uma bomba: Eduardo Pazuello mandou avisar que não irá à CI amanhã, porque teve contato com pessoas infectadas com a Covid-19. O sujeito que desfilou sem máscara num shopping de

O ESPELHO DE CARLITOS TEVEZ

Este é um assunto constrangedor na Argentina. Carlito Tevez, o jogador que construiu a imagem do menino pobre que não nega de onde veio, se recusa a pagar imposto para ajudar a socorrer a pobreza. O jornalista Esteban Rafele, do jornal online El Destape, foi quem descobriu que Tevez recorreu à Justiça para não pagar

BOLSONARO PEDIU SINAIS AO SEU POVO E CAIU NA PRÓPRIA ARMADILHA

Bolsonaro deve decidir esta semana o que faz com a autorização que recebeu do seu povo. Nas manifestações de sábado e domingo, o sujeito foi incentivado a seguir em frente. Cartazes e faixas diziam: “Nós te autorizamos, presidente”. Foi uma resposta ao apelo feito por Bolsonaro dia 14 de abril, no cercado do Alvorada, quando

O ALMOÇO INDIGESTO PARA A ADIDAS

É risível a desculpa da Adidas para a presença da sua principal executiva no Brasil, Flavia Bittencourt (foto), no almoço de quinta-feira com Bolsonaro, quando o sujeito atraiu 40 executivas e empresárias. Esta é a nota esdrúxula: “A Adidas esclarece que a participação de Flávia Bittencourt no almoço que contou com a presença de membros

GOLPE COM QUEM, CARA PÁLIDA?

O voto impresso é o habeas da extrema direita insegura para as eleições do ano que vem. A defesa do comprovante do voto em papel, como pede Bolsonaro, apareceu com força nas manifestações de sábado. O truque já está consagrado como arma de Bolsonaro e se disseminou como parte da estratégia golpista. Defendem o voto

QUEM PODE CHEGAR PERTO DE LULA

Está de volta o debate sempre previsível em véspera de eleição, agora com novas circunstâncias, novas abordagens e antigos riscos. Como será o alargamento da base de apoio de sustentação da candidatura de Lula em 2022? E aí vem sempre junto a dúvida sobre os limites dessa base. Que não pode ser só de esquerda,