POR QUE A FAKEADA INCOMODA A FOLHA

Os ataques da Folha ao documentário de Joaquim de Carvalho sobre a fakeada de Bolsonaro podem parecer apenas uma manifestação de inveja com o trabalho do Brasil 247. A Folha olha para o que sua redação tem feito e enfrenta o constrangimento do imobilismo de um jornal que nem perguntas faz mais. Mas a reação

A FAMÍLIA BOLSONARO AINDA ESTÁ MUITO À VONTADE

Há uma certa excitação em torno da convocação de Ana Cristina Valle, ex-mulher de Bolsonaro, para depor na CPI do Genocídio. É como se enxergassem uma pequena chance de chegar ao resto da família com alguma consequência. Porque até agora não há quase nada de efetivo. Os Bolsonaros parecem relaxados. No fim de semana, Flavio

AS DUAS BARBEIRAGENS DO MOÇO DA TERCEIRA VIA

A Globo fez uma aposta pesada em Eduardo Leite como nome para a terceira via, mas parece estar desistindo. Pode ter descoberto que o tucano é paroquial, quase provinciano, sem asas e plano de voo para ares e alturas nacionais. Leite cometeu nos últimos dias duas coisas que um prefeito de qualquer cidadezinha não faria.

UM MOREIRA SALLES NÃO PODE APLAUDIR MAMÃE FALEI

É constrangedor para alguém com sobrenome Moreira Salles ficar à sombra de um trio elétrico, num domingo à tarde, ouvindo discursos do que existe de pior entre os dissidentes do bolsonarismo. Aconteceu domingo na Avenida Paulista, quando o jovem Antonio Moreira Salles, filho do presidente do conselho de administração do Itaú, Pedro Moreira Salles, erguia

O FRACASSO DA DIREITA CAMUFLADO PELOS JORNAIS DA DIREITA

O jornalismo da grande imprensa e suas estranhas chamadas de capa. Esta chamada é do Globo: “Divisão da oposição esvazia atos contra o governo Bolsonaro após 7 de setembro” O fracasso não é atribuído à direita e à extrema direita, que organizaram os atos, mas ao que seria a divisão da oposição. O mesmo Globo

PROCUREM OUTRO MITO

O Bolsonaro que existiu até o 7 de setembro não existe mais. Pode até tentar se reabilitar, depois do acovardamento e do pedido de trégua apadrinhado por Michel Temer, mas não será mais o mesmo. O sujeito que pode sobreviver será apenas um Bolsonaro requentado. Procurem outro mito. É o tema do meu texto no

INVESTIGUEM CARLOS BOLSONARO

A história da facada em Bolsonaro continua merecendo abordagens que possam lançar luzes num caso considerado nebuloso até hoje. Desta vez, Joaquim de Carvalho, editor do Brasil 247, um dos grandes nomes do jornalismo investigativo brasileiro, sai atrás de respostas para perguntas que esperneiam e não morrem e apresenta algumas pistas. O resultado é um