Candidato

A Folha garante que Henrique Meirelles, o homem que fala com um ovo na boca, é candidatíssimo em 2018.
Hoje temos um presidente-golpista-provisório que não dorme pra não ser golpeado pela própria turma.
É brabo imaginar um sucessor que dorme sentado em eventos, sem engolir o ovo.

O mico

O maior mico do ano é esta pesquisa do PSDB sobre a condenação de Lula, que eu não consegui responder porque, quando fiquei sabendo, eles tiraram do ar do site do partido.
A pesquisa teve o seguinte resultado, até o momento em que foi apagada do site: 93% das pessoas que opinaram acreditam que a sentença de Sergio Moro contra Lula foi “uma decisão política”.
A desculpa para retirar do ar é típica de golpistas. Os tucanos suspeitaram que robôs, e não o povo, estavam respondendo à enquete.
Eu havia acionado meus seis robôs japoneses para dizer o que os 93% disseram (e afinal é a verdade), mas não deu tempo.
Os tucanos esperavam que as pessoas dissessem que a condenação foi justa e imparcial.
Na próxima pesquisa, o PSDB poderia perguntar se os brasileiros acreditam mesmo que a mala do primo-mula de Aécio com R$ 500 mil era uma encomenda para Lula.

Com o Supremo e tudo

Lembram da famosa conversa do Jucá com o Sergio Machado? Foi quando Machado disse que era preciso fazer um grande acordo nacional para derrubar Dilma e salvar a pele dos corruptos do Congresso, e Jucá completou que, sim, que era preciso chegar a isso, “com o Supremo e tudo”.
A conversa grampeada por Machado aconteceu entre março e abril de 2016, pouco antes do começo do golpe na Câmara. A Polícia Federal concluiu agora que aquela conversa é normal, que Jucá não tentou obstruir a Justiça e que está tudo limpo.
Os dois articulavam um esquema que, para muitos, foi o que acabou dando certo. E com o Supremo e tudo. E a PF, que estava investigando obstrução de Justiça, concluiu que isso pelo menos não existe.
Se não existe, que continue o esquema, com o Supremo e tudo.

Jayden e o jaburu-rei

Tem muito mais gente preocupada com o Jayden Smith do que com a surpreendente sobrevida do jaburu-rei.
Por isso o jaburu não teme mais ninguém. Na reunião do G-20 em Moscou, ele estava destruído, andando sem rumo, com olheiras, perdido na ‘União Soviética’.
Na reunião do Mercosul hoje em Mendoza, parecia tão leve e solto que nem percebeu que Meirelles roncava ao seu lado.
O jaburu está certo de que retomou o controle da situação, depois da tentativa de golpe de Rodriguinho Maia em conluio com Meirelles.
E nós preocupados com o Jayden Smith.

Bloqueios

Tentam bloquear tudo que é de Lula, porque a sentença de Sergio Moro falhou.
Mas o que uma certa ‘justiça’ gostaria mesmo de bloquear é o acervo político e, por antecipação, a quase certa eleição de Lula em 2018.
Querem bloquear e confiscar a história e o futuro de Lula e o desejo da maioria.
Esse não é, claro, o caso de Sergio Moro, que apenas quer fazer justiça imparcial, inodora e incolor…