CHEGOU A HORA DA REPARAÇÃO DE DANOS

Quem cometeu besteiras (e crimes), induzindo a população ao negacionismo e muitas vezes à morte, pode se preparar. Vem aí a Associação Nacional das Vítimas da Covid-19. É uma ideia do deputado federal Pedro Uczai (PT-SC). Uma associação para responsabilizar não só ocupantes de cargos públicos, começando por Bolsonaro, mas profissionais da saúde que empurraram

OS EMPRESÁRIOS SE DIVERTEM COM A CRIATURA QUE ELES INVENTARAM

Bolsonaro foi aplaudido em jantar com empresários na quarta-feira em São Paulo. A Folha informou que foi ovacionado. Outros noticiaram que o sujeito provocou risos quando disse que os jornais só não insinuam que ele é boiola. As reações das esquerdas ao encontro foram de incredulidade. Parece que a esquerda não acredita no apoio incondicional

AS CARAS DO FASCISMO

Vamos imaginar que um dia a turba bolsonarista decida invadir o Congresso, para imitar a turba que invadiu o Capitólio em janeiro. É provável que tenhamos, na versão brasileira, figuras grotescas semelhantes a essas das fotos. São invasores procurados pela polícia americana e alguns já devem ter sido encontrados. Essas figuras iriam tomar o poder

A CORRIDA DOS EVANGÉLICOS

André Mendonça passou hoje cinco metros à frente de Augusto Aras na corrida pela vaga do Supremo que será entregue a um ministro terrivelmente evangélico. Mendonça falou como um pastor terrivelmente tomado por Cristo. Isso foi o que ele disse no STF, em defesa da abertura total das igrejas para os cultos: “Os verdadeiros cristãos

OBSESSÃO DE CIRO POR LULA RESSUSCITA O CLICHÊ FREUDIANO

Ciro Gomes resgata o que por muito tempo foi o mais batido e banalizado clichê freudiano, a tentativa de explicar as origens das inseguranças e de algumas patologias com a ausência ou o excesso de presença de um pai. Gastaram tanto o clichê freudiano, que passou a ser deixado de lado por uso indevido. Qualquer

BOLSONARO E SUA BASE IMUTÁVEL, MAS PRECÁRIA

A Folha deve publicar nos próximos dias mais uma pesquisa sobre a aprovação de Bolsonaro. O bom jornalismo diria que já era para ter publicado, para que pudesse medir o efeito da crise provocada pela demissão do alto comando militar. Mas a Folha e o Datafolha têm esse ar blasé de corporações que estão acima